Google+ Followers

terça-feira, 6 de setembro de 2016

DILMA perdeu a Presidencia dia 31/8 mas orquestrou outro golpe: direitos políticos garantidos.

Como  é  do  conhecimento  de  todos,  Dilma  finalmente  perdeu  a  Presidencia  dia  31  de  Agosto:


http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2016-08/michel-temer-toma-posse-como-presidente-e-tera-mandato-ate-2018

Mas  o  fato  de  Dilma  manter  direitos  políticos  isso  foi  uma  jogada  suja  do  Presidente  do  Supremo  Tribunal  Federal  do  Brasil Ricardo Lewandowski
permitiu que fosse realizada uma votação separada para analisar se Dilma deveria ser inabilitada para ocupar cargos públicos. E mesmo perdendo por 42 votos a 36 (eram necessários dois terços dos votos, ou seja, 54), ela manteve o direito não só de participar da administração pública como disputar eleições, segundo especialistas ouvidos pelo EL PAÍS.

ISSO SIM É GOLPE!



Ricardo Lewandowski este  Canalha  também  deve  perder  o  Cargo  que  ocupa,  pois  serve  2  senhores:  a  máfia  petista  e  seus  opositores.

Este  canalha  garantiu  que  ela  continuasse  com  Direitos Políticos, o que é inconstitucional.

Temer  tem  o  Dever  de  recorrer  dessa  decisão  ilegal.
Apresentado  pela  senadora  Kátia Abreu,  fiel  escudeira  da  petista  bandida, e  defendido  pelo  Lindbergh Farias, ele  foi  aceito  por  Lewandowski,  apesar  de  contrariar  o  que  diz  a  Constituição e outras  decisões  anteriores  do  STF.
 O  artigo  52  da  Carta  diz  que  o  impeachment  acarreta  “perda do cargo, com  inabilitação, por  oito anos, para  o  exercício  de  função  pública”. A  inabilitação  prevê  a  inelegibilidade.






Os  3  canalhas:  Kátia  Abreu,  Dilma  e  Lewandowski.







“Eu  nunca  ouvi  falar  nessa  possibilidade, de  impeachment  sem  perda  de  direitos políticos”, afirma Marcelo Figueiredo Santos, professor  de  direito  da  Pontifícia  Universidade  Católica  de  São  Paulo. Para  ele,  o  modelo  adotado  no  caso de Dilma “é  uma  criação  do  julgamento”.
 Ele  ressalta  ainda  que  a  Constituição  é  clara, “e  não  fala  sobre  esse  fatiamento  [da votação]       que   foi   feito”.
Na  avaliação  de  Santos, “não  é  uma  decisão  positiva,  abre  espaço  para  que  parlamentares  e  outros  chefes  do  Executivo  usem  essa  via  para  manter  seus  direitos  políticos  em  caso  de cassação".

O  professor  argumenta  ainda  que,  para  que  o  fatiamento  do  artigo  da  Constituição   fosse   feito  de forma  adequada  do  ponto  de  vista   legal, “seria  preciso  uma  reforma  da  Carta  via  Proposta de Emenda  à  Constituição  para  que  o   julgamento  de  impeachment   fosse  feito  em  duas  etapas”.

Ivar Hartmann,  professor  da  Faculdade  Getúlio Vargas-Rio  e  coordenador  do  projeto  Supremo  em Números,  Lewandowski  errou  ao  permitir  a  votação  em  duas   parte.
“É  compreensível  que  a  defesa , em uma última cartada,  proponha   uma  medida  esdrúxula  como essa”, diz.
“Mas  o  presidente  do  Supremo  não  poderia  ter  transformado  isso  em  algo  legítimo”.                   Para  Hartmann,  apesar  da   cassação  e   perda  de  direitos  de  parlamentares  ser  regida  por  uma  Lei Complementar,  e  não   pela  Constituição, nada  impede  que  esse  precedente  aberto   por Lewandowski  seja  evocado  em  outros  julgamentos.
 Antes  da  aprovação  do  destaque  proposto  por   Kátia Abreu,   Collor  protestou  sem  sucesso, ressaltando  a  diferença  nos  ritos  adotados  com  ele  e  com   Dilma.

Caberá  agora  a  Temer  se  impor  e  conceguir  a  anulação  dessa  decisão  ilegal  e  inconstitucional.
E  também  fazer  frente  a  seu  principal  adversário  internacional:
O  CRIMINOSO  MADURO.
Os  demais  não  oferecem  tanto  perigo,  entre  eles:
Os  Presidentes  do   O Equador , Bolívia, Nicarágua  e  Cuba.

Alguns  crimes  dos  Petistas  ao  longo  de  quase  20  anos  da  ditadura  Petista  que  roubou,  defraudou  o  povo,  intimidou  as  famílias  com  a  Ditadura  Gay,  Escola  com  Partido  que  promoviam  culto  aos  PT   e  aos  guerrilheiros  terroristas,  promovia  as  drogas  e  a  pedofilia:

http://www.imprensaviva.com/

UMA  COISA  É  CERTA:
COM  TEMER  O  BOLIVARIANISMO  CHEGOU  AO  FIM  FELIZMENTE!

domingo, 24 de julho de 2016

Ditador Comunista que a mídia abafou seus crimes: MANDELA


A  Mídia  teceu  uma  aura  de  heroísmo  ao  comunista  Nelson  Mandela.

Na  juventude  mostrava-se  pacifista,  porém  com  o  passar  dos  anos tendo atingido certa proeminência no partido, Mandela passou a pressionar o CNA para adotar métodos mais violentos. 

Um  acontecimento  isolado  massacre de sharpeville 1960  forneceu  a  Mandela  o  pretexto  de  passarem  a  métodos  violentos.

Sua  luta  não  era  contra  a  «  suposta  opressão  que  negros  sofriam»  pois  ele  inclusive  mandou  eliminar  muitos  negros  que  eram  anti-comunistas, como publicarei em um link mais abaixo.


Mandela foi um terrorista. Seu modus operandi incluía uso de minas e explosivos contra civis inocentes, assassinato de negros não alinhados à sua causa, incêndios contra negócios cujo proprietário era negro, greves e boicotes incitados através de coerção e tortura. Aterrorizava as mesmas pessoas que dizia estar libertando da tirania do Apartheid.


Em 1961, ele se tornou comandante do braço armado do CNA, o chamado Umkhonto we Sizwe ("Lança da Nação", ou MK), fundado por ele e outros militantes. Mandela coordenou uma campanha de sabotagem contra alvos militares e do governo e viajou para o Marrocos e Etiópia para treinamento paramilitar.
Em agosto de 1962 Nelson Mandela foi preso após informes da CIA à polícia sul-africana, sendo sentenciado a cinco anos de prisão por viajar ilegalmente ao exterior e incentivar greves. Em 1964 foi condenado a prisão perpétua por sabotagem (o que Mandela admitiu) e por conspirar para ajudar outros países a invadir a África do Sul (o que Mandela nega),  mas  é  facto.









É  falso  como dizem os  meios  de  comunicação  e  como  se  impôs  que  Mandela  foi  encarcerado por se  opor  ao  apartheid.

 Outros  ativistas  como o bispo  Desmond Tutu  se  opuseram  a  este sistema  publicamente  sem ser censurados ou encarcerados.

 Se  Mandela  foi  encarcerado  foi  por  seus  crimes, inclusive  a  organização  Anistia Internacional  não lhe  deu  apoio, já  que  havia  considerado  a  sentença  justa.

 Mesmo  quando  saiu  da  prisão  e  até  nossos  dias, Mandela sempre  apoiou  o  terrorismo  e  guardou um  silêncio  vergonhoso  ante  a  matança  dos  boêres  no continente africano.

 Apesar  de  ser  considerado  um  “herói da liberdade”,  Mandela  apoiou  descaradamente  a  ditadura comunista  em  Cuba,  a  qual  chama  “um baluarte da liberdade e da justiça”, mas  claro  que  não menciona  a  pobreza  na  qual  está  afundada  a  população,  nem  a  opressão  do  “santo” governo comunista. Também  apoiou  o  sangrento  regime  de Rober t Mugabe e  o  regime chinês.


Sua esposa Winnie Mandela tampouco fica atrás em seu apoio à violência. Nos anos oitenta realizou infames atividades contra seus opositores. Todos aqueles que a ela se opunham eram atados de pés e mãos para depois serem queimados vivos com pneus, inclusive gente de sua própria raça - uma tática de guerrilha própria do CNA. O Congresso Nacional Africano, partido cujo líder mais notável foi Mandela, foi uma organização terrorista culpada de atos terroristas e assassinatos contra a população civil, não só contra a gente branca mas também contra os negros que se negaram a apoiá-los.

Enquanto Mandela fazia sua campanha, o CNA assassinou e torturou camponeses brancos sem que os meios de comunicação falassem a respeito. Após o triunfo de Mandela o CNA passou de organização terrorista a um partido legal, e sua política racista continuou.

Muito dirão que Mandela abandonou a violência mas se equivocam. Durante seu tempo na prisão o presidente Botha ofereceu a Mandela sua liberdade em troca de que renunciasse à violência, mas seu oferecimento foi rechaçado e Mandela nunca renunciou à violência publicamente.

Deixando de lado seu apoio ao terrorismo, o governo do “beato” Mandela foi catastrófico para a África do Sul. Sendo um dos países mais estáveis e prósperos do continente africano passou a ser um país afundado na violência e na ruína econômica.

Atualmente a África do Sul é um dos países mais inseguros e violentos do mundo, tem a maior quantidade de infectados pelo vírus da AIDS e a violência é o pão de cada dia. Entre 20.000 e 25.000 pessoas morrem por ano vítimas da violência em um país multi-cultural e “pacífico”. Durante o governo de Mandela e o CNA, a economia próspera da nação foi para baixo trazendo pobreza, desemprego, violência e falta de oportunidades.

Mandela e o CNA trouxeram também a decadência moral do país. Foram eles que legalizaram o aborto, o jogo e a pornografia. Coisas típicas e legais nos regimes democráticos. As políticas racistas do CNA não são só contra as pessoas brancas senão contra os negros como as pessoas da etnia Zulu. No verão de 2008 o CNA cometeu uma multidão de assassinatos contra imigrantes procedentes de Moçambique, Malawi e Zimbabue.

https://www.highbeam.com/doc/1G1-20118699.html


Atualmente e enquanto o país está afundado na pobreza, enquanto milhares de africanos enfrentam diariamente a insegurança e o desemprego, Mandela viveu em sua mansão rodeado de segurança e a comodidade que o povo não tem.

Mandela  orquestrou  secretamente  desde  que  chegou  ao  Poder  o  Racismo  contra  os  brancos.


MANDELA CANTA MORTE OS BRANCOS:








 Eleito Presidente da África do Sul, Mandela assinou uma declaração dando toda a concessão de exploração de diamantes para a família Rockefeller, mantendo os negros africanos ainda como escravos nas minas de diamantes (um pouco dessa realidade é mostrada no filme Dia...mante de Sangue, que tanto desagradou Mandela). Em 2006 foi publicado no journal The New Republic uma reportagem sobre a participação do Sr. Mandela nas minas de diamante.

https://newrepublic.com/article/65032/mandela-diamond-shill




A moeda sul-africana, que em outros tempos foi de alto valor, em que pese o bloqueio da extinta União Soviética, hoje vale quase nada na África do Sul, o fracasso econômico é evidente em que pese que os meios de comunicação pintarem o país como um paraíso tolerante e multi-cultural.

Concluindo, pode-se dizer que a revolução de Mandela deixou o país na ruína e no caos, porém isso trouxe a democracia, o governo tão santificado e perfeito que nos pintam, e que na realidade é uma falácia que custou milhões de vidas e a decadência da espécie humana.


Mandela  secretamente  orquestrou  o  racismo  contra  os  brancos,  típico  alíais  em  todos  os  comunistas  atuais  mesmo  quando  os  líderes  são  brancos:

http://www.fin24.com/Companies/TravelAndLeisure/No-more-white-cadet-pilots-for-SAA-20120817

http://www.americanthinker.com/articles/2013/12/white-washing_mandelas_memory.html

http://juliosevero.blogspot.pt/2012/08/o-espectro-do-genocidio-dos-brancos-na.html

O  link  original  em  inglês:

 http://www.wnd.com/2012/08/genocide-looms-for-white-farmers/

Como seria de esperar, não há condenação internacional a este óbvio caso de racismo, uma vez que o grupo étnico/ideológico que está a ser discriminado não faz parte dos "grupos protegidos" pela esquerda militante. No mundo ocidental atual, o homem branco, heterossexual, cristão  é um cidadão de segunda, embora ele tenha sido o arquiteto dessa mesma civilização.

sábado, 14 de maio de 2016

Presidente Michel Temer : UMA DESILUSÃO!





O  Novo  Presidente  Michel  Temer  é  anti-cristão e quer implantar medidas inclusive contra a Bíblia, e  sua  recente  LEI  de  imigração  tem  por  objetivo  implantar  o  islamismo  como  religião  oficial  do  Brasil.

Ainda  que  não  tenha  o  passado  criminoso  da  Dilma,  Lula  e  da  maioria  dos  petistas  em  poucos  meses  mostrou  sua  falta  de  carácter.

O Impeachment  demonstrou  não  ser  a  melhor  saída  mas  sim  uma  Intervenção  Militar.



Claro  que  sem  o Impeachment que o Juiz Sérgio Moro   já  estaria  morto.  Ele  demonstrou sempre grande coragem em conduzir a investigação Lava-Jato:




 Uma série de mortes suspeitas ocorridas no último ano do Mandato de Dilma, conforme link que postei mais abaixo.


Muitos julgam que o Bolivarianismo é somente a União dos Países Latinos contra a interferencia americana. Sendo Verdade este ponto, no entanto a terrível Verdade é que os Bolivarianistas tencionam estabelecer o comunismo na América Latina.

O Bolivarianismo apoia-se no Forum de São Paulo Entidade Comunista, criada por Fidel e Lula.



Bolivarianismo e ditadura comunista são a mesma coisa?

Sim, mesmo seus crimes não transparecendo tanto como nas antigas Ditaduras comunistas, o fato é que ninguém está a salvo de ser preso ou abatido em protestos contra os Governos Comunistas da Venezuela, Bolívia, Peru e Equador.

Também acontecem mortes suspeitas como ocorreu neste ano de 2016 com os oponentes de Dilma.http://www.jornalapagina.com/2016/03/queima-de-arquivo-comecaram-assassinatos-por-motivacao-politica/

O  Bolivarianismo  ainda  que  deva  este  nome  ao  degenerado  Simon  Bolívar ,  entretanto  tem  sua  aplicação  moderna  baseada  com  o  falecido  Presidente  da  Venezuela  Hugo  Chavez  em
1998 que se declarou bolivariano seguidor de Simon Bolívar.

Sua funesta origem vai mais além é uma colagem dos princípios revolucionários de Jean-Jacques Rousseau e Karl Marx, conforme a opinião e as interpretações de Hugo Chávez, que cristalizou nefanda e criminosa ideologia.

O termo significa um comunismo disfarçado e mascarado de « libertação» algo que os habitantes da Venezuela, Bolívia, Equador há muitos anos não sabem o que é.


Fora da Venezuela, se declaram bolivarianos os presidentes da Bolívia Evo Morales, , do Equador Rafael Correa.

Concluindo: o PT precisa ser ilegalizado, o Forum de São Paulo ser desativado e os MST, esses  são tão bandidos como os próprios comunistas, cadeia com eles!
E  Temer  precisa  cair!

O único Presidente fora da América do Sul que se declarou  abertamente  Bolivariano (  o  que  não  significa  que  os  demais  não  tenham  as  mesmas  intenções  criminosas )  foi Daniel Ortega da Nicarágua situada na América Central.

Abaixo,  o  canalha  Temer  e  seu   discurso:






quarta-feira, 8 de outubro de 2014

O Eixo do mal moderno: Brasil, Cuba, Venezuela, Bolívia, Nicarágua, Equador.

O  Brasil  do  PT  financia  o  comunismo  em  Cuba  e  na  Venezuela,  com  grandes  somas  de  dinheiro,  alegando  que  é  pelo  interesse  do  Brasil,  mas  é  mais  do  que  evidente  pelas  suas  próprias  palavras  que  o  que  tanto  Lula  no  passado,  e  Dilma  atualmente  o  que  querem  é  financiar  as  Ditaduras,  vejam  nas  suas  próprias  palavras:









Vejam  o  depoimento  desse  ex-militante  do  PT  sobre  a  união  que  há  entre
o  PT  comunista,  A  Ditadura  cubana  e  a  Ditadura  Venezuelana.

http://gazetacentral.blogspot.pt/2014/09/pt-lula-fidel-castroraul-castro-dilma.html

http://www.epochtimes.com.br/foro-sao-paulo-pacto-implementacao-comunismo-america-latina/#.VDfeltKkqQA



É  esta  bandida  que  está  comandando  o  Brasil,  roubando  e  dando  dinheiro  dos  contribuintes
para  financiar  projetos  em  Cuba,  fazendo  a  vida  dificil  aos  médicos  brasileiros,  aliada  da  Farc
da  Ditadura  Castrista  e venezuelana  para  implantar  o  comunismo  no  Brasil,  começando  por  entregar  terras  aos  índios,  legalizando  as  drogas  e  a  pedofilia,  fortalecendo  os  LGBT  que  são  homossexuais  terroristas  e  por  fim:  quer  proibir  todas  as  religiões  que  defendem  valores  cristãos,  os  gays  terão
tudo  com  ela  principalmente  aumentos, uma  mulher  que  se  importa  mais  com  a  copa  do  que  com  os  doentes  nos  Hospitais,  vai  impor  a  educação  de   ideologia  do  gênero   causando  estragos  irreparaveis  na  formação  da  consciência  das  crianças.

CUBA, RAUL CASTRO LUCRANDO COM O PT:

http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tag/raul-castro/

O  NÚCLEO  DO  EIXO  DO  MAL:

O  FORUM  DE  SÃO  PAULO

Apresenta-se  como  anti-imperialistas, defensores  dos  direitos  humanos  , da  democracia,  empenhados  em  erradicar  a  pobreza  dos  Países  Latino  Americanos,  mas  na  verdade  é  um  FOCO  de  Comunismo  cujo  objetivo  é  expandir o comunismo para um outro continente a fim de “recuperar na América Latina o que foi perdido no Leste Europeu.
Com   um  persistente  trabalho,  tendo  à  frente  Fidel,  Lula,  Marco  Aurélio Garcia (MAG) e o  pseudo-frei  Betto, o  FSP  ajudou  a  eleger  Hugo  Chávez  na  Venezuela  em  1998.
 Seguiram-se  à  Venezuela  o  Brasil  com  Lula;  a  Argentina  com  Néstor  Kirchner; o  Equador, primeiro  com  Lucio  Gutiérrez, - ungido  pelo  FSP  e  em  seguida  defenestrado  por  este  mesmo  Foro como  traidor , por  aceitar  acordo  de  cooperação  com  os  Estados  Unidos  contra  o  narcotráfico -, e depois  com  Rafael  Correa;  a  Bolívia  com  o  cocalero  Evo  Morales; a  Nicarágua  com  Daniel Ortega; o Uruguai  com  Tabaré  Vazquez e  o Chile  com  Michele  Bachelet.

 Por que o governo brasileiro não condena as FARC?

A  ligação  com  a  FARC  continua,  embora  secretamente.
Apenas  limitaram-se  a  proibir abertamente  a  comparência  da  FARC  nas  reuniões  em  2005,  o  que  não  exclui  sua  influência  e  cumplicidade  nos  «  bastidores  do  Foro  de  São  Paulo.

Veja  tudo  em  resumo  neste  link  atual:

http://libertarios.org.br/liber/posts/72

UNASUL:

Sob o disfarce de unir a América Latina fortalecer as relações comerciais, culturais, políticas e sociais entre as doze nações da América do Sul – Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela –, além da participação, como observadores, de dois países da América Latina: México e Panamá, afirmam querer proteger áreas de energia, saúde, defesa, desenvolvimento social, combate ao narcotráfico, infraestrutura e planejamento, educação, cultura, ciência, tecnologia e inovação, na Verdade tudo isso é uma Grande Farsa!
Afirmam que querem  proteger  a  América  Latina  Dos  Estados  Unidos  e  da  Europa,  quando  na  Verdade  o  que  querem  é  implantar  o  comunismo  na  América  Latina.



No Brasil, a Revolução Cultural acontece: o governo estimula uma degradação de valores como nunca antes vista. Foi no governo Lula que foi aprovada a perniciosa Lei de Biossegurança, que não garante a segurança dos mais indefesos, os seres humanos em idade embrionária. E é neste governo que se quer aprovar o nefasto e animalesco crime do aborto – por iniciativa do Presidente, que convocou uma Comissão Tripartite para elaborar um Projeto de Lei a respeito, e pôs no Ministério da Saúdo um médico abortista ao extremo da obsessão.

Não bastando, ainda se quer neste governo do Lula aprovar uma Lei pela qual todos os brasileiros – todos, e absolutamente todos – são obrigados a tolerar e concordar com os atos imorais e pecaminosos praticados por um homossexual, sendo-lhe proibido o direito de manifestar-se contrariamente às práticas homossexuais. E sequer pense o brasileiro em tachar de “promíscuas” as perniciosas paradas gays, pois poderá ser levado ao hospício... afinal, ainda um dia desses disse o Presidente Lula que ser contrário ao homossexualismo é a “doença mais perversa que já entrou numa cabeça humana”...

Mas nada é comparado às máquinas de camisinha nas escolas públicas, pelas quais os adolescentes são expostos e estimulados ao sexo livre e irresponsável. Sexo animalesco e bizarro, na verdade.

É a Revolução Cultural, que no Brasil anda a mil.

A  Grande  maioria  dos  Países  que  fazem  parte  da  Unasul  são  comunistas.

Pretende  extinguir  o  cristianismo  no  Brasil,  começando  por  ameaças  que  fazem  ás  igrejas  relativamente  no  Campo  da  moralidade,  quando  a  Igreja  se  pronuncia.

Também  é  seu  propósito  a  Reforma  Agrária,  promovendo  o  indigenismo,  o  Programa  Brasil  Quilombola,  que  Dilma  afirmou  que  é  para  erradicar  «  a  pobreza  e  injustiças  históricas»  e  afirma  do  contributo  dos  Afro-Descendentes,  omitindo  que  muitas  conquistas  em  várias  áreas  também  se  conceguiram  através  de  brancos  e  assim  pretende  vitimizar  a  raça  negra  e  a  índia,  promovendo a  Reforma  Agrária  aniquilar o princípio de propriedade.”



RESUMINDO: A UNASUL TEM PONTOS EM COMUM COM A UNIÃO EUROPÉIA TAIS COMO A CRIAÇÃO DE UMA MOEDA ÚNICA, UMA SÓ CONSTITUIÇÃO ( A UNIÃO EUROPÉIA NÃO PROMOVE COMUNISMO MAS ESTÁ AFUNDANDO A EUROPA E SEUS VALORES) SEU ÚNICO FIM É A IMPLANTAÇÃO DO COMUNISMO NA AMÉRICA LATINA.

VEJAM   O  QUE  SE  ESCONDE  POR  TRÁS  DA  POLÍTICA  INDIGENISTA  DO  PT!
ESSE  GOVERNO  QUER  A TERRA  PARA  ELES,  NÃO  SE  IMPORTAM  COM  NINGUÉM, NEM COM  OS  ÍNDIOS  QUE  ELES  AFIRMAM  DEFENDEREM:

https://www.facebook.com/video.php?v=1081170695242815&set=vb.144205978939296&type=2&theater#



segunda-feira, 4 de novembro de 2013

O Infame Marxismo Cultural.

    1.Porque é que a esquerda em seus vários aspectos-comunistas, anti-fascistas          feministas, defensores do multiculturalismo e outros inimigos da civilização européia tradicional - que, como regra geral, consideráveis recursos à sua disposição?
Por que essas pessoas constantemente premiados mensagens influentes e de prestígio na mídia e na academia?

A resposta é muito simples: a esquerda genérico é a criatura e protegido do poder real - "Big Money" - e a dissolução do Ocidente, nações cristãs tem sido um objetivo principal para a elite financeira cosmopolita por um longo tempo.

Daí o título de Kerry Bolton revolução de cima . O autor se concentra principalmente na destruição de valores tradicionais e instituições sociais, em especial a família do século passado, através dos meios de comunicação política, academia .
 O livro também contém capítulos importantes sobre o papel de Wall Street por trás de muitas revoluções, desde a aquisição bolchevique da Rússia, em 1917, aos golpes fortemente subsidiados e amplamente coberto dos últimos anos, como as "revoluções coloridas" nas várias ex-repúblicas soviéticas ou a Primavera Árabe.

Bolton observa que este desenvolvimento pode ser documentado, tanto para trás como a Revolução Francesa, mas começa sua narrativa com a Revolução Russa de 1917. Que a tomada comunista na Rússia foi fortemente financiado pelo Wall Street é um fato histórico incontestável, mas ainda sistematicamente ignorada nos livros de história e documentários de televisão.

O único financiador mais importante da Revolução Bolchevique foi, provavelmente, Jacob Schiff, chefe do banco de investimento judaica Kuhn, Loeb & Co. É interessante notar que o seu sócio na empresa, o seu irmão-de-lei Paul Warburg, foi o arquiteto de o Sistema da Reserva Federal. O irmão de Warburg, Felix, também foi casado com a filha de Schiff, Frieda.

Bolton escreve:
Os EUA tem seguido uma política externa a partir do momento de Pres.Woodrow Wilson que foi ditada pelos banqueiros internacionais, principalmente através do CFR. Isso equivale política externa para uma "revolução mundial", como de longo alcance e subversivo como qualquer coisa promulgada pelo Trotsky e os bolcheviques.

O Conselho de Relações Exteriores (o "CFR") foi fundada em 1921 em Nova York.Esta foi apenas uma formalidade, no entanto, uma vez que o CFR foi dirigido pela mesma camarilha de plutocratas, que, com seus capangas acadêmico e jornalista, estavam sendo executados política econômica e externa americana durante a presidência de Woodrow Wilson, entre 1913 e 1921.

CFR e sua transatlântico gêmeo, o londrino Royal Institute of International Affairs, eram de fato concebida no Hotel Majestic em Paris em 30 de maio de 1919, durante as negociações de paz em Versalhes. Essas duas instituições têm sido pilares da estrutura de poder global da plutocracia organizada desde então.

Muito pouco mudou desde Wilson levou os Estados Unidos à guerra sob o slogan hipócrita de "tornar o mundo seguro para a democracia". Seu sucessor depois, Franklin D. Roosevelt, levou o país na Segunda Guerra Mundial, com a mesma duplicidade e retórica pomposa , e, de facto , inaugurada relações ainda mais amigáveis com o comunismo mundial. Ambos estavam nas mãos dos mesmos moneymen cosmopolitas, como Bernard Baruch, que foi assessor de ambos.

Claramente, o senador Joseph McCarthy não estava lutando contra moinhos de vento, quando ele advertiu seu povo sobre a infiltração comunista nos mais altos níveis do aparelho do poder americano. Embora ele não entender, pelo menos inicialmente, que esta não era uma mera rede de espiões, mas que ele tinha tropeçado em algo muito mais poderoso e maligno. Bolton cita o historiador oficial do CFR, Peter Grosse, como segue:

Preocupações que pareciam mais premente se abateu na virada da década de 1950. A nação estava em perigo de sucumbir a um frenesi de perseguição da esquerda, marcado pela ascensão nas manchetes dos jornais do senador Joseph R. McCarthy. Não surpreendentemente, a adesão do Conselho parecia solidamente unidos em desprezo pelo demagogo Wisconsin, em sua retórica provocadora, afinal, foi um ataque velado em toda a Costa do establishment da política externa Médio, cujos membros se reuniram regularmente nas salas de conferências fechadas do Harold Pratt House.

Esta é a verdadeira razão pela qual o nome do senador corajoso continua a ser arrastado na lama até hoje como sinônimo de paranóia política.

Bolton afirma que se não tivesse sido por Stalin, o rápido desenvolvimento do governo mundial que agora está chegando a ser, provavelmente, já teria ocorrido no rescaldo da guerra. O propósito original da Organização das Nações Unidas era para que ele se torne uma instituição mais poderosa e eficiente do que ele de fato se tornou. O tirano soviético não tinha eliminado todos os seus rivais domésticos, de modo a tornar-se um mero subordinado a um poder externo internacionalista. Assim, a Guerra Fria não era inteiramente um conflito falso.

Quando a União Soviética foi finalmente desmontado, no entanto, as mesmas forças não perdeu tempo em um novo impulso para a sua antiga agenda: um governo global que iria fazer o mundo seguro para a exploração financeira.


Hoje, o Conselho de Relações Exteriores opera através de instituições financiadas pelo governo disfarçados de organizações independentes que atuam para promover os ideais nobres, como o National Endowment for Democracy, Freedom House eo Instituto Republicano Internacional.

Todas essas pessoas foram trotskistas que, em algum momento, mudaram de estratégia e envolto em si os Stars and Stripes, a fim de mais sucesso ainda mais o ideal da revolução mundial, e quase todos eles eram judeus. Mesmo que os judeus são extremamente representados, e não apenas no aparelho da política externa americana, mas também, em geral, entre os ideólogos, políticos e financiadores da Revolução Russa, Bolton faz questão de ignorar esse fator étnico e cultural extremamente importante. Por que ele faz isso não está inteiramente clara. Em uma entrevista com Alex Kurtagic de Direito Alternativo, ele explica:

Eu também queria fazer isso sem ser desviado por questões como judeus e do sionismo. Muito material incide sobre isso, mas não deixa espaço para outros fatores. Há uma abundância de livros acadêmicos sobre o sionista e maquinações judaicas, como volumes de Kevin MacDonald, e os de Israel Shahak. Eu também tenho escrito muito sobre esses assuntos em panfletos e artigos, por isso não posso ser acusado de evitar esses problemas, ou "comprometer" ou "vender".

Na verdade, hoje em dia as pessoas estão condicionadas a rejeitar qualquer informação sobre os judeus que não é positivo e lisonjeiro para eles, então pode valer a pena ressaltar o fato de que a "esquerda", em grande medida, é a criação de Big Money sem enviando o leitor em pânico sobre "anti-semitismo". Ainda assim, é duvidoso que essas questões podem ser entendidas em todos, se o fator judeu deve ser sistematicamente ignorado.
 Por exemplo, o apoio de Jacob Schiff dos bolcheviques foi motivada principalmente por um ódio tipicamente judaica do regime czarista, e não apenas como um bom investimento. Dito isto, Bolton não torcer-se na posição bizarra de negar que o fator judaica é de todo relevante neste contexto, que muitos têm feito, de Anthony Sutton e Gary Allen para Alex Jones.

Há, naturalmente, várias exceções notáveis para o domínio judaico na elite financeira internacional, notadamente os Rockefellers, mas existem outros, como os Wallenberg da Suécia. No entanto, ambas as famílias tiveram ligações comerciais estreitas com os seus colegas judeus desde o século XIX.

 Mais revelador é o fato de que essas dinastias financeiras não-judeus nunca mostraram qualquer sinal de solidariedade étnica dos seus povos, o que não é definitivamente o caso entre a elite financeira judaica. Pelo contrário, eles têm muitas vezes desempenhado um papel de destaque na rede internacionalista Big Money. David Rockefeller foi um dos principais financiadores do CFR, e foi o fundador tanto da Comissão Trilateral eo Grupo Bilderberg, as organizações em que os Wallenberg, entre outros, têm sido sempre representado nos mais altos níveis.

A revolução global que teve origem na época da Revolução Russa persistiu no mundo ocidental durante a era do pós-guerra, mesmo que não seja por meios violentos, e foi apoiado pelas mesmas forças que haviam financiado a Revolução de 1917.
 Desde a Segunda Guerra Mundial, a estratégia revolucionária perseguido no Ocidente tem se concentrado em semear idéias culturalmente destrutivos e promover o comportamento anti-social, a fim de quebrar o tecido cultural, intelectual e moral da sociedade. Este é sempre feito em nome de - o que mais? - "Libertação".

A agenda da destruição gradual dos brancos, Ocidente cristão foi expressa de forma clara e coerente pela Escola de Frankfurt, na forma de "teoria crítica." O propósito explícito deste esforço supostamente científica foi a crítica destrutiva da moral, tradição, fé , família e nação - em suma: todos os pilares da civilização ocidental. Bolton observa que o politicamente correto, a doença intelectual que já infectou a mentalidade contemporânea em geral e da academia, em especial durante quase meio século, pode ser diretamente relacionado com a Escola de Frankfurt.





Como o nome sugere, esta escola neo-marxista do pensamento foi desenvolvido na Universidade de Frankfurt, capital financeira da Alemanha. Uma organização afiliada com a universidade, o Institut für Sozialforschung(Instituto de Pesquisa Social), foi fundada lá em 1923, financiado pelo rico judeu argentino-alemão, Felix Weil.

Consistia em um anexo da Universidade de Frankfurt e seu primeiro presidente foi Carl Gruenberg.

 Ele atraiu jovens, quase exclusivamente judeus, intelectuais socialistas de toda a Europa Central que, mesmo se eles permaneceram comunistas, tinha perdido a fé no "potencial revolucionário" da classe trabalhadora. Aos olhos desses revolucionários acadêmicos, os trabalhadores eram instintivamente conservador. A destruição da civilização desprezível do cristianismo exigia uma revolução mais profunda de mentalidade.Essa foi a ideia subjacente de que unidos Max Horkheimer, Theodor Adorno, Wilhelm Reich, Erich Fromm, Herbert Marcuse e sua laia.

O primeiro capítulo da história da Escola de Frankfurt terminou em 1933, quando Hitler chegou ao poder. Então, todo esse grupo de acadêmicos judeus comunistas, ironicamente o suficiente, mudou-se da capital das Finanças alemão, Frankfurt, a capital mundial do capitalismo, New York, onde o Instituto exilado foi organizada pela Universidade de Columbia. Membros proeminentes como Herbert Marcuse e Franz Neumann passou a década de 1940 em dividir o seu tempo entre a prestigiada universidade da Ivy League e do Escritório de Serviços Estratégicos, que foi o precursor para a Agência Central de Inteligência (CIA).


Nos  EUA  ganharam  terreno  suas  idéias  permissivas
 A mensagem é entorpecentemente simplista: todos os males da cultura americana moderna, de feminismoação afirmativalibertação sexual e direitos gays até a decadência do sistema educacional e até mesmo o ambientalismo são atribuídos à influência insidiosa dos membros do Instituto para Pesquisa Social que vieram para a América nos anos 1930. As origens do "marxismo cultural" seriam Lukács e Gramsci, mas como eles não vieram para os EUA, seus papéis na narrativa não é tão proeminente.

Com  o  fim  da  2ª  Guerra,  quiseram  retornar  para  a  Alemanha  pois  já  haviam  conseguido  seus  propósitos  nos  EUA,  bem  como  o  apoio  do  Governo  mais  poderoso  do  Mundo.

Retornaram  novamente  á  Frankfurt  em  1953.
Mais  tarde,  na  década  de  1960,  Marcuse  era  tornar-se  o Grand Old Man  da  "Nova Esquerda", e em  pé  de  igualdade  com  seu  colega  Wilhelm Reich  como  o  principal  ideólogo  da     "revolução sexual".

 Documentos  Bolton  como:  o aborto,  a homossexualidade,  o feminismo,  psicadélico  música e arte degenerada  tem  sido  fomentada  pela  CIA  e  ricamente  financiado  por  fundações  isentas  de impostos  Grande  do  dinheiro, como  Ford, Carnegie  e  Rockefeller. 
O  ícone  feminista  Gloria Steinem  admitiu  ter  trabalhado  com  a  CIA. 
As  evidências  também  foram  descobertas  que  ligam  droga guru Timothy Leary,  propagador  do "turn on,  entrar  em  sintonia,  cair fora" slogan dos hippies,  a  CIA.

O  feminismo, a música psicadélica e a arte degenerada foram fomentadas pela pela CIA e largamente financiadas pelo Grande Capital e pelas organizações com isenção fiscal tais como a Ford, a Carnegie e a Rockefeller.

Realmente,  isso  deve  vir  como  nenhuma  surpresa  para  ninguém.

 Escusado  será  dizer  que , se  esses "subversivos"  não  tivessem  tido  a  aprovação  e  o apoio daqueles  verdadeiramente  no  poder,  teriam  permanecido  na  obscuridade.  É  simples  assim.

Além  da  estranha  cegueira  auto-imposta  ao  fator  judeu  em  todo  este  processo, a  falha  mais marcante  da  revolução  de  cima  é  que  Bolton  se  baseia  no  depoimento  do  falecido  Aaron Russo  em  uma  entrevista  com  Alex Jones,  

 Russo  era  um  empresário  bem  sucedido  judaica  no  negócio  do  entretenimento  que  tinha  sido gerente  de  Bette Midler,  bem  como  o  produtor  de  filmes  como:  The Rose e Trading Places.


 A maioria das referências de Bolton são fáceis para o leitor a acessar e consultar, se ele está inclinado a verificar-los, e Bolton é generoso com citações. E isso é especialmente importante que ele traz o leitor , cobrindo as raízes da subversão recente nos países da ex-União Soviética e do mundo muçulmano.
Tudo somado, este é um livro que vale muito a pena ler.

Jonas De Geer é um escritor sueco que vive em Orkney, na Escócia. Ele foi o editor da revista conservadora sueca Sal Samtidsmagasinet entre 1999 e 2002, e tem escrito extensivamente sobre temas nacionalistas.

Resumindo: O marxismo cultural promoveu e promove A DESTRUIÇÃO DA FAMÍLIA,
A MORAL, A TRADIÇÃO, O CRISTIANISMO, O FEMINISMO DESTRUIDOR, A NAÇÃO.
OS JUDEUS ESTÃO POR TRÁS DO MARXISMO CULTURAL, E DERAM  ORIGEM
 A CIA OUTRO AGENTE DO MARXISMO CULTURAL QUE PROMOVE O ABORTO,
O HOMOSSEXUALISMO, O FEMINISMO, O ROCK PSICADÉLICO QUE POPULARIZOU AS  DROGAS,
  HIPSTERISMO  O  QUAL  TAMBÉM  DERIVA  DO  ROCK  PSICADÉLICO,
 TENDO  ESTES ORIGINADO  OS HIPPIES  QUE  TROUXERAM  CONCEITOS
 ANTI-CRISTÃOS  COMO O  NUDISMO EMANCIPAÇÃO  SEXUAL,  ANARQUISMO
 E  MUTUALISMO  ALÉM  DE  PROMOVEREM  AS  DROGAS.

Vejam  os  vídeos  abaixo :














domingo, 13 de janeiro de 2013

O Maldito Comunismo.


Marx






Marx  no  seu  hediondo  Manifesto  Comunista:

Ele   fala  em  4  tipos  de  Socialismo: 

Socialismo  Reacionário,  Socialismo Conservador-Cristão ,  Socialismo  utópico, Socialismo alemão e por  fim  descarta  todos  este  pois  quer  o  comunismo  que  é  a  derrubada  cruel  de  todos  os  Governos,  demonstrando  assim  que  não  queria  nenhum  Acordo,  pois  era  um  Ser  vil  e  abjeto   que  atiçava  os  proletários  contra  seus  patrões  de  maneira  violenta,  sem  qualquer  consciencia  ou  humanidade.

Se  ele  tivesse  dado  incentivo  ao  Socialismo Conservador-Cristão  teria  sim  feito  uma  boa  obra  que  teria  tido  impacto  positivo  para  todos.
Reconheço  que  a  burguesia  criou  condições  desfavoráveis  para  os  proletários,  em  especial  a  exploração  do  trabalho  infantil  e  feminino.
Tinha  que  haver  Reformas  nas  Leis,  que  dispusessem  de  Justiça  com  todos:  patrões  e  proletários,  sem  que  nenhuma  das  duas  partes  ficassem  prejudicadas.



Só que Marx tal como Friedrich Engels pretendiam uma Revolução em que somente os proletários seriam detentores de todo Poder.

Para Marx a moral e a religião deveriam ser eliminados.

Ambos Marx e Engels queriam a abolição da Propriedade Privada, não lutavam por JUSTIÇA e sim por legalização de confiscos dos bens alheios.

Pretendiam uma subversão da Ordem e não de JUSTIÇA para com os proletários.

Usa mesmo termos agressivos tais como : LIQUIDAR A BURGUESIA.

Apelava assim para uma revolta sangrenta.

Queria a supressão da Cultura, pois assim manipularia melhor as massas populares.

Queria também a abolição da FAMÍLIA, usando como justificativa que a burguesia havia suprimido a família do proletário.


Se havia abusos contra mulheres pobres por parte da burguesia com certeza que este teria que ser combatido, mas não vejo que esta tenha sido a Causa que o motivou.

Em seu ataque á prostituição, remete a causa da mesma para a burguesia, o que era descabido pois infelizmente sempre houve essa degeneração.

Também era contra o casamento, pois dizia que o casamento monogâmico era a « escravidão da mulher».

Se ele tivesse defendido todas as famílias, fossem de origem rica ou pobre, estaria do lado da Razão, mas não, ele só via na família dos proletários uma forma destes tomarem o Poder e mais tarde para seus seguidores nem mesmo a família proletária já não era Sagrada, tanto que posteriormente viram no Divórcio um Direito de todos, ricos  

e pobres ao invés de combate-lo como Lei, independente de quem fosse o requerente.

Divagou falsamente contra a Educação Doméstica, afirmando que esta era conduzida pela sociedade, o que era mentira.

Ele sim defendeu uma educação secular em que as crianças não mais aprenderiam em casa mas sim seriam monopolizadas pelo Estado.


Seu  último  grito  neste  insidioso  manifesto  revela  seu  caracter  sanguinário  e  torpe:




Os comunistas não se rebaixam a dissimular suas opiniões e seus fins. Proclamam abertamente que seus objetivos só podem ser alcançados pela derrubada violenta de toda a ordem social existente. Que as classes dominantes tremam à idéia de uma revolução comunista! Os proletários nada têm a perder a não ser suas algemas. Têm um mundo a ganhar. PROLETÁRIOS DE TODO O MUNDO, UNI-VOS!

Em  outro  Escrito:  IDEOLOGIA  ALEMÃ:

Além  de  querer  derrubar  a  propriedade  privada,  vê-se  também  sua  prepotência  em  querer  a  derrubada  de  todas  as  religiões,  considerando  «  a  religião  é  o  ópio  do  povo»  cai  a  máscara  dele  de  vez  neste  escrito  em  minha  opinião  pois  o  tal  fala  em  liberdade  e  é  contra  a  liberdade  religiosa.



Os  Líderes  Soviéticos  por  quase  70  anos,  enganaram  o  Mundo,  afirmando  que  as
Nações  Anexadas  viviam  em  Harmonia  e  Progresso,  mas  as  próprias  Nações
em  número  de  15,  quando  tiveram  oportunidade  na  Glasnost  e  Perestroika,
desmentiram  isso  e  lutaram  pela  sua  Independência.


1- É fato inquestionável que por onde quer que tenha passado o Comunismo (Rússia, China, Coréia do Norte, Albânia, Cuba, etc) o resultado é invariavelmente o mesmo: Propagação do Ateísmo, perseguições religiosas, totalitarismo, opressão, chantagens, mentiras, ruína, atraso, miséria e morte.

2- É igualmente fato que todos os postulados teóricos econômicos de Karl Marx resultaram em, no mínimo, um espetacular e catastrófico fracasso quando postos em prática.

3- Também é fato que muitos que se alegam ou que se alegaram socialistas, esquerdistas, populistas, populares, ou termos equivalentes, e que pregaram o Comunismo/Socialismo como mera desculpa permissiva para se lançarem em busca de poder político e econômico não passaram de um bando de pilantras, facínoras, mentirosos e criminosos. Os exemplos de Fidel Castro, de Lênin, Stalin, Mao Tse-Tung, e outros mais, são autênticas evidências disto.
Nada melhor para um bando de bandidos e de ladrões, famintos por dinheiro e poder, do que se travestirem de “líderes socialistas” e lançarem suas patas e caudas pelo lamacento território ideológico marxista-comunista desprezando a menor noção de verdadeira justiça. Ou seja, o Comunismo além de ser uma mentira em si mesmo, é um excelente veículo para todo tipo de fraude que se pode querer imaginar cometer. 

4- O Comunismo e a Bíblia são frontalmente opostos!
5- O Satanismo e o Comunismo têm muito em comum, e o que os une é o ódio comum contra Deus e contra os homens. Não infrequentemente, homens libertinos, vagabundos e preguiçosos abraçam os ideais comunistas apenas como forma de expressarem seu ódio e inveja contra os que são prósperos economicamente ( prosperidade às custas de seus próprios esforços e trabalho árduos). Alguns desses crápulas conseguem obter cargos políticos, lideranças sindicais e alguns até conseguem se tornar presidente da república.

6- O Comunismo foi responsável pela tortura e morte de cerca de 200 milhões de seres humanos, mais do que o total de mortos da Primeira Guerra Mundial e da Segunda Grande Guerra somados!



O  comunismo  teve  origem  com  Karl  Marx   e  Engels   (  O principal mentor foi Max que era de origem judia)  e  ateu   e   foram  os  judeus  os  principais  impulsionadores
 desse  Regime  na  Rússia  e  por  todo  Mundo:

http://www.acordem.com/blog/9393/







Após  vencerem  a  Alemanha  junto  com  os  aliados,  todos  dividiram  a  Alemanha  em
4  territórios.
Só  que  a  Rússia  comunista  foi  mais  longe:

Mandou  construir  o  Muro  de  Berlin,  que  separou  famílias  durante  décadas.
Oprimiu  tanto  os  cidadãos  que  muitos  alemães  perderam  a  vida  tentando  saltar  o
Muro.
Esse  Terror  contra  civis  inocentes  só  terminou  com  a  ascensão  de  Gorbatchev  ao  Poder.




Esse  reencontro  de  famílias  e  de  muita  alegria  e  alívio  depois  da   queda  do  Muro  de
  Berlin,  só  foi  possível  após  a  queda  do  comunismo  na  Rússia,  quando  Gorbatchev
e  Reagan,  se  entenderam.

Amaldiçoado  seja  o  comunismo  que  já  trouxe  tanta  desgraça  para   o  Mundo!

Graças  á  Deus  que  esse  Maldito  Regime  já  são  favas  contadas.

Aqui  estão  as  fotos  dos  piores  bandidos  comunistas:


BANDIDO  LÉNIN


 Este  genocida  já  havia  escrito  seu  decálogo  vil  antes  mesmo  de  tomar  o  Poder  em  1913:


Lénin,  o  maldito  que  mandou  executar  a  Família  Real  da  Rússia , o  Czar  e  a
família  inocente  dele   e  a  seguir  sofreu uma tentativa  de  assassinato  que  lhe  deu  o
pretexto que  ele  queria  para  desencadear  o  Terror  Vermelho.

Que  consistiu  em  mortes  terríveis,  lentas  para  o  clero  e  Oficiais  Brancos,  que  consistia  em
apedrejamento,  pessoas  enterradas  vivas  e  outras  eram  congelados  nas  ruas,  durante
o  inverno. Atrocidades  abomináveis.   Ele   nem   sequer   poupou   os   Hospitais.
Ordenou  o  fuzilamento  de  mais  de  15.000  pessoas  sem  as  submeter  a  um  julgamento
público, pela  Tcheca. As  vítimas  eram  o  Exército Branco,  os  cossacos  e  os  camponeses.
Bastava  não  serem  aderirem  ao  comunismo,  para  serem  mortos.
Quinhentos e cinquenta  mil  civis  foram  massacrados  em  Regiões  Kossacas,  pela
Também  causou a morte  pela  fome  de  30  milhões  de  Russos, quando  ordenou  o  confisco  de  todos  os  cereais  dos  camponeses, isso  entre  1921  e  1922.
Os  camponeses  ficaram  enlouquecidos  pela  fome  e  até  canibalismo  praticaram.
Este  maldito  sofreu  2  tentativas  de  assassinato,  mas  infelizmente  safou-se.


BANDIDO  STALIN.

O  maldito  Stalin,  que  anexou  vários  Países  á  Rússia,  tendo  inclusive  usado  de  muita
 crueldade  com  os  Ucranianos,  e  organizou  grandes  espurgos  na  Rússia.
O  seu  prinicipal  instrumento  de  perseguição  foi o  NKVD,  através  do  qual  realizou
terríveis  espancamentos  e  torturas.

Durante o governo de Stalin os seguintes grupos étnicos foram completamente ou parcialmente deportados: ucranianos, polacos, coreanos, alemães, tchecos, lituanos, arménios, búlgaros, gregos, finlandeses, judeus entre outros. Os deportados eram transportados em condições espantosas, frequentemente em caminhões de gado, milhares de deportados morriam no caminho. Aqueles que sobreviviam eram mandados a Campos de Trabalho Forçado.

Para  estes  selvagens,  valia  tudo  para  alcançarem  seus  interesses.
Crimes do seu Governo:
as  deportações - entre  as  décadas  de  30 e de 50 -  de  numerosos  grupos  étnicos  da  União Soviética  ou  de  países  ocupados  pelos  soviéticos , tais  como  os  Balquares  os  Tártaros  da Crimeia, os Alemães do Volga  os  Inguches e os  Chechenos  os  Polacos 384  os Letões,os Estonianos,  os Lituanos,  os Coreanos ,ou  os  Finlandeses  da  Carélia. o extermínio de 22.000 prisioneiros polacos,  conhecido  genericamente  por  "Massacre  de  Katyn", em 1940.
 A  eliminação  de 200.000  prisioneiros húngaros,  nos  campos  de  concentração  soviéticos,  em 1944-1948.

A  « DINASTIA  COMUNISTA  DA  CORÉIA  DO  NORTE » :

BANDIDO Kim Jong Un :  neto  de  Kim Il-sung e filho  de Kim Jong-il.




Seu avô Kim-Il-Sung ainda que ficasse conhecido como « querido líder» visto como um coreano que ajudou a Coréia a se libertar do Japão, na verdade só chegou a Líder da Coréia com o auxílio de Stalin, estando já a Coréia dividida por americanos e soviéticos no fim da 2ª Guerra como espólio do Governo japonês.

Kim Il-Sung tentou expandir o comunismo por toda a Coréia sob o pretexto de reunifica-la. Desencadeou a Guerra da Coréia quando invadiu o sul, guerra que durou 3 anos resultando em pesadas baixas nos norte-coreanos que ainda assim o idolatravam porque ele impôs um culto divino á ele na Coréia do Norte  as pessoas acostumam a se curvar diante da estátua de Kim-Il-Sung todas as manhãs.

Seu  pai  :Kim Jong-Il   herdou o poder após a morte, em 1994, do pai,  Kim Il-Sung, fundador da República Democrática da Coreia do Norte, instaurando assim a primeira dinastia comunista da história. Durante seu regime ditatorial, baseado na glorificação de sua pessoa e na de seu pai, o "amado líder" se consolidou como um estrategista desafiante e anacrônico.
. As Tv´s locais e as  rádios são usadas para divinizar o ditador. E como não
devia deixar de ser, a brutalidade do regime é fartamente  conhecida: execuções sumárias em praça pública,
torturas, campos de concentração para "reeducação ideológica" e a fome, muita fome.
 De 1995 a 1997, a população norte-coreana decresceu em
dois milhões de pessoas, que pereceram pela fome.
O  triste  legado  que  King  Jong  il  deixou  foi  este,  descrito  por  Kenneth   Roth,  ainda  tendo
a  ilusão  que  seu  sucessor  fosse  diferente:

http://www.hrw.org/es/news/2011/12/19/corea-del-norte-atrocidades-en-masa-legado-de-kim-jong-il


KING JONG UN:
Tio do ditador norte-coreano Kim Jong-un, Jang Song Thaek teria morrido devorado por aproximadamente 120 cães, segundo o jornal chinês “Wen Wei Po” – porta-voz do Partido Comunista da China. De acordo com a publicação, o familiar do líder da Coreia do Norte foi arremessado nu, junto com cinco de seus assessores, em uma jaula com os animais famintos. Jang Song Thaek foi executado no último mês, após ser condenado por “tentativa de derrubar o Estado”. Além disso, foi acusado ainda de corrupção, orgia e consumo de drogas. Ele foi definido pelo sobrinho como “escória humana desprezível”. Kim Jong-un e seu irmão Kim Jong Chol teriam supervisionado a morte do tio por uma hora.

E também o relato de um carcereiro de um campo de concentração da Coréia do Norte

arrependido por ter colaborado com os  crimes  comandados  pelos 3  Ditadores  Norte-Coreanos,
 entre estes contam-se:

Campos de concentração de "fome premeditada, trabalhos forçados, execuções, tortura e estupro onde morreram quase 1 milhão de presos políticos. Também as crianças mortas e enterradas vivas.


http://www.infobae.com/2014/02/26/1546381-norcoreano-arrepentido-revelo-las-atrocidades-del-regimen



http://www.abc.es/internacional/20140217/abci-gulag-jong-delate-madre-201402171601.html


Outro  comunista  bandido:  Mao Tsé-Tung





Em  1949,
 foi  fundada  a  República  Popular  da  China.  Mao  tornou-se  seu  presidente,  assim  como
 secretário-geral  do  Partido  Comunista  Chinês

. No entanto,  a  China  era  um  país  atrasado   em   termos  econômicos  e  industriais

Na  tentativa  de  resolvê-los,  usando  como  combustível  a  ideologia  revolucionária,
 Mao  lançou  em  1958  a  política  que  chamou de  "Grande Salto para a Frente",
 com  o  intuito  de  industrializar  o  país.

Essa  política  revelou-se  desastrosa.
 Não  só  não  conseguiu  a  industrialização  do  país  como  matou  de  fome  cerca  de
 20 milhões  de  chineses  (estimativas mais recentes mencionam 70 milhões).


Nesse  tempo  houve  rompimento  de  relações  entre  China  e  Rússia,  pois  Stálin  seu
apoiante  sanguinário,  já  havia  morrido  e  o  comunismo  na  Rússia,  ainda
que  continua-se  désposta,    havia  amenizado  ligeiramente  sua  política
comunista.

 Ele   promulgou   uma   reforma   agrária  radical,  usando  a  violência  e  o  terror  para
 derrubar  latifundiários  antes  de  tomar  suas  grandes  propriedades  e  dividir  as  terras
 em  comunas  populares.

Ele  poderia  ter  feito  reforma  agrária,  sem  recorrer  a  massacres,  mas  ele  não
tinha  consciência  nenhuma.

Após  um  breve  período  em  plano  secundário,  Mao  retornou  ao  poder  promovendo  o
 que  chamou  de  Revolução  Cultural  (1966-1976).
 Através  dela , mobilizou  as  massas  contra  as  velhas  lideranças  do  Partido Comunista Chinês,
 a  quem  acusava  de  burocratização  ao  estilo  soviético.

O  passo  seguinte , a  criação  de  grupos  armados  de  estudantes,  que  perseguiram  intelectuais, professores  e  antigos  membros  do  PC,  acabou  resultando  num  banho  de  sangue
 cujas  mortes  ainda  não  podem  ser  calculadas,  dado  o  fato  de  a  ditadura  comunista  chinesa continuar  impedindo  as  investigações.

Vale  mencionar  que,  enquanto  os  massacres  varriam  a  China,  os  intelectuais  ocidentais
 garantiam  que  tudo  não  passava  de  propaganda  anticomunista  e  filósofos  do  porte  de
Jean-Paul Sartre  se  proclamava  maoísta,  tecendo  louvores  à  Revolução  Cultural.

 O  Partido  Comunista  de  Mao   finalmente   atingiu   um   grau   de   estabilidade   na  China,
 apesar  do  reinado  de  Mao  ser  marcado  pela  crise  de  eventos  como
o Grande Salto em Frente e a Revolução Cultural,
 e  seus  esforços  para  fechar  China  ao  comércio  de  mercado,
 e  erradicar  a  cultura  tradicional  chinesa,  que  tem  sido  amplamente  rejeitado
 pelos seus sucessores.



BANDIDO  FIDEL  CASTRO.

Depois  de  dar  o  Golpe  de  Estado  em  1959,  aproveitando-se  da  anistia
que  lhe  havia  sido  concedida,  os  Tribunais  Revolucionários  condenaram
milhares  de  pessoas  á  morte.

Uma  das  primeiras  decisões  do  novo  governo  foram  os  tribunais  revolucionários ,
 como  parte  do  processo  conhecido  como  purga.

  Comissão  contra  pessoas  consideradas  criminosos  de  guerra  ou  intimamente
 associado  com  o  regime  de  Batista  e,  posteriormente,  novos  adversários  como o Comandante  da  Segunda  Frente  Nacional  de  Escambray ,  Jesus  Corrida  de  Zayas , acusados  ​​de  apoiar  uma  rebelião  em  1960 . 

 Entre  janeiro  e  abril  de  1959 ,  cerca  de  mil  foram  notificados  e  processado  por julgamentos  sumários  dos  quais  550  foram  filmadas. 

Em  janeiro  de  1959,  o  advogado  José  Vilasuso,  começou  a  trabalhar  na 
 Comissão  Purga  sob  as  ordens  de  Guevara,  como  instrutor  de  registro.

 De  acordo  com  alguns  críticos  do  regime,  ele  descreveu  o  povo  pelotão  de
 fuzilamento  manchadas  de  sangue  sem  provas  incriminatórias  e  sem  a 
 possibilidade  de  exercer  uma  defesa  justa  e  argumentou  que  centenas  de  homens
 foram  tão  condenado  à  morte  por  fuzilamento  por  frases  pré-definidas  em 
 julgamentos sumários.
 Execuções que logo se espalhou para toda a ilha. 

Depois  de  quase  50  anos  no  Poder,  renunciou  a  favor  do  irmão,  em
2006.
Ressalto  ainda  que  este  bandido  ajudou  guerrilheiros  comunistas  do  Brasil
a  massacrarem,  assaltarem  bancos ,  sequestrarem  apoiantes  do  Regime  Militar  e  
que  nada  tinham  haver  com  o  Governo,  inclusive  em  seus  tumultos  com  a  polícia,  disparavam  sobre  civis  e  apontavam  o  Governo  como  responsável








Bandido  POL  POT









Este  foi  o  verdadeiro  Terror  do  Camboja.



Tomou  o  Camboja  em  Abril  de  1975  através  de  um  golpe  em  conjunto  com  o  monstruoso 
Khmer vermelho, apoiado  pela  China.

Os  americanos  tiveram  parte  da  culpa  desse  infame  ter  tido  sucesso  no  golpe  já  que  bombardeavam  impiedosamente  o  Vietnam  do  Norte  e  o  Camboja,  o  que  deu  chance  de  o  Khmer  Vermelho  tomar  o  Poder  com  o  apoio  dos  camponeses .

 Ao ampliar o alcance da guerra para toda a Indochina, bombardeando o Cambodja e o Laos, o presidente Nixon acabou contribuindo, indiretamente, para a vitória das guerrilhas comunistas naqueles países, na medida em que os camponeses (principais vítimas dos bombardeios) passaram a apoiar, maciçamente, os guerrilheiros.
Pol  Pot

 Ordenou  o  genocídio  Cambojano  contra  todas  as  pessoas  que  moravam  na  cidade,  queria  reduzir  todo  o  Camboja  a  um  País  rural. Estima-se que, em quatro anos, foram executados cerca de 1,7 a 2 milhões de pessoas — alguns sendo membros  do  Governo  anterior,  servidores  públicos,  militares,  professores,  políciais  e  vietnamitas,  líderes  cristãos  e  mulçumanos  e  pessoas  da  classe  média.


 Morreram de fome, execução, doença ou excesso de trabalho  nos  «campos  de  reeducação»      Algumas estimativas colocam o número de mortos ainda maior. Um centro de detenção, S-21, era tão notório que apenas sete dos cerca de 20 mil pessoas presas lá são conhecidos por ter sobrevivido. 

Tendo  também  invadido  o  Vietnam  com  o  apoio  da  China  este  facto  causou  sua  queda   4  anos  mais  tarde   em  1979  com a invasão de forças vietnamitas aliadas aos dissidentes de Pol Pot,  se  assim  não  acontecesse  o  genocídio  teria  alcançado  níveis  terrivelmente  maiores.

Este  tal  como  os  bandidos  que  citei  atrás  infelizmente  também  não  pagou  pelos  seus  crimes.

Um tribunal apoiado pelas Nações Unidas condenou apenas um punhado de líderes do Khmer Vermelho de crimes contra a humanidade.


 


Indico os seguintes livros para quem queira se aprofundar no que foi o infame e monstruoso comunismo , demolidor de todos os valores morais:

Verdade Sufocada,  Carlos Alberto Brilhante Ustra, Coronel Reformado do Exército Brasileiro, apresenta nas páginas do vibrante “A Verdade Sufocada” a saga de um homem simples, que não pediu para ser herói, mas o foi, como outros que receberam a dura missão de defender o Brasil de homens fanatizados por uma crença e que por ela se lançaram na loucura de uma luta armada fratricida.


 "O Verdadeiro Che Guevara", de Humberto Fontova, que trata Guevara não como mito nem como herói e sim como criminoso, que é o que ele realmente era.


 "O Livro Negro do Comunismo", que detalha com fartas documentações todos os genocídios cometidos pelos demônios vermelhos no Século XX.



 "Arquipélago Gulag", de Alexandre Solgenítsin, o escritor russo que primeiro revelou ao mundo os campos de extermínio do regime soviético, nos quais foram baseados em seguida os do regime nazista. Ele próprio foi prisioneiro num destes campos.











Querem  mais  informações?  Também  há  neste  blog:

http://cavaleirodotemplo.blogspot.pt



A  ameaça  do  comunismo, paira  agora  sobre  o  Brasil  e  América  do  Sul:

A  infame  Dilma  queria  legalizar  a  pedofilia  no  Brasil , implantar  a  Ditadura  Gay  mesmo
nas  escolas  e  legalizar  as  drogas.
Foi  terrorista  no  tempo  do  Governo  Militar  tendo  sequestrado  e  assassinado  pessoas.
E  pretende  apoiar  o  comunismo  em  toda  a  América  Latina.






 COMUNISMO  E  ATEÍSMO  ESTÃO  UNIDOS.

 O  motivo  porque  o  comunismo  foi  adiante
reside  no  fato  de  terem  minado  a  Fé  em  Deus,  pois  cristãos  nunca  aceitaram  as  Teses  de
Marx  então  ele  previu  que  só  « banindo» Deus  da  Sociedade  é  que  iriam  adiante  com
sua  ideologia  hedionda,  pois  quem  não  teme  á  Deus  não  teme  nada:





Resumindo:

O  Marxismo  Cultural  pretende  a  destruição  da  Família,  mediante  o  Gaysismo  e  o
feminismo:







MEMORIAL  DAS  VÍTIMAS  DO  COMUNISMO  NOS  EUA,  GOVERNO  IGUALMENTE
CRIMINOSO:





Incluem-se os inocentes ucranianos mortos a fome por Stalin, Russos mortos nas purgas stalinistas, os lituanos, letões e estonianos transportados em vagões de gado e deportados para os campos da morte árticos do comunismo soviético.

Incluem-se os chineses mortos no grande salto em frente e na revolução cultural.

Os cambojanos assassinados nos campos da morte de Pol-Pot, os alemães do leste mortos ao tentarem saltar o Muro de Berlin, os polacos massacrados na floresta de Katyn, os etíopes exterminados durante o Terror Vermelho, os balseros cubanos afogados ao fugirem da tirania.http://ssbiblioteca.webs.com/Realismo%20comunista.pdf